Blog

12 Coisas que Você Não Sabia Sobre a Educação Finlandesa

Ricardo Turpin
Ricardo Turpin

1.2.2018

Toda a educação compulsória na Finlândia é gratuita. Com isso os filhos do pedreiro e os filhos do presidente daquela multinacional vão para a mesma escola e recebem o mesmo nível de educação. Garantindo que o sistema educacional Finlandês se destaque em relação aos demais.


Olá amantes da Educação! Estamos de volta com mais um post para você. Primeiramente, feliz 2018 à todos e que esse ano seja repleto de conhecimento e novos desafios. Pra começar bem o ano vamos falar do Sistema Educacional Finlandês, que já é um tópico super famoso em toda a América Latina e também no Brasil.

Pra começar é importante lembrar que toda a educação compulsória na Finlândia é gratuita. Com isso os filhos do pedreiro e os filhos do presidente daquela multinacional vão para a mesma escola e recebem o mesmo nível de educação. Garantindo que o sistema educacional Finlandês se destaque em relação aos demais. Na Finlândia a diferença entre os alunos que mais se destacam e aqueles com maiores dificuldades é muito pequena, garantindo uma aprendizagem homogenia em todo o país.

Na Finlândia o desenvolvimento da criança e a pesquisa na área Pedagógica recebem uma ênfase muito grande. Os resultados das pesquisas nessas áreas são colocados em prática na Educação de um ponto de vista que questiona o verdadeiro significado do Aprendizado. Resumidamente, a Educação finlandesa não foca na memorização de fatos, mas sim no desenvolvimento do Pensamento Analítico nos estudantes. É sobre questionar as informações que recebemos e avaliar as suas fontes.

Após estudar por dois anos na Finlândia, conversar com alunos Finlandeses de diferentes níveis educacionais, pesquisar em diferentes mídias e validar com Professores e outros profissionais da Educação na Finlândia e no Brasil, criei essa lista com doze coisas que você provavelmente não sabia sobre a Educação Finlandesa:

1- A criança inicia o ensino fundamental aos 7 anos
Na Finlândia as crianças vão para a pré-escola com 6 anos e começam o ensino fundamental com 7 anos. Em alguns lugares do mundo as crianças iniciam o ensino fundamental aos 4 anos.
 

2- Em média Professores passam apenas 4h por dia na sala de aula
Normalmente educadores na Finlândia gastam ao menos 2h por dia acompanhando o progresso dos estudantes, planejando aulas e no desenvolvimento do curriculum. Com essa estrutura os estudantes não ficam sobrecarregados, e os educadores evitam os corriqueiros problemas de falta de tempo para planejamento e cumprimento de outras diversas tarefas.


3- Os Professores acompanham os seus alunos ano após ano
No Brasil normalmente os estudantes recebem um novo Professor a cada ano (as vezes a cada bimestre). Na Finlândia o professor provavelmente irá acompanhar o mesmo grupo de alunos durante todo o Ensino Fundamental. Criando laços com o grupo o Professor tem a oportunidade de oferecer um ensino personalizado, ajudando no aprendizado dos estudantes.
 

4- Refeições diversificadas, nutritivas e saudáveis para todos. E tem opção VEGETARIANA todos os dias =)
Pode parecer irrelevante, mas o fato de que todos os alunos recebem uma refeição que vai garantir toda a energia necessária para encarar o dia na escola é muito importante. A comida é gratuita na educação compulsória, então todos comem a mesma refeição saudável independente do poder aquisitivo de cada família.



5- O currículo nacional da Finlândia é composto por diretrizes
Os Professores recebem diretrizes sobre quais tópicos deverão ser abordados, porém tem toda a liberdade para decidir como guiar o aprendizado dos Estudantes em cada um dos tópicos. Isso permite que os educadores desenvolvam um currículo focado no seu grupo específico de Estudantes.


6- No Ensino Fundamental os Estudantes têm 75 minutos de intervalos por dia
Eles também têm 15 minutos de intervalo entre uma aula e outra no Ensino Médio. Os Estudantes são encorajados a praticar atividades físicas durante este período e algumas aulas acontecem fora da sala de aula. Além disso os Estudantes recebem poucas tarefas para serem executadas em casa, assim as crianças têm mais tempo para ser crianças e aproveitar o tempo livre. No processo de aprendizagem é muito importante deixar com que o cérebro descanse e foque em outras coisas.



7- Ensino de línguas estrangeiras desde os primeiros anos
Começando entre o primeiro e terceiro ano do Ensino Fundamental todos aprendem ao menos duas línguas estrangeiras, o Inglês e o Sueco. Até a oitava série os Estudantes podem escolher outras duas línguas caso tenham interesse. Alemão, Russo, Espanhol, Frances e Chinês são as mais populares nas maiores cidades. Portanto pode-se iniciar o Ensino Médio com conhecimento em 5 línguas diferentes.


8- A importância da motivação interna dos Estudantes
Numa educação focada nos Estudantes, eles são encorajados a pensar, aprender e procurar por informações de forma independente. Os educadores servem para guiar as discussões, dar feedback positivo e ajudar os Estudantes com dificuldades, diferente do modelo onde os Professores falam e os alunos escutam. Desde cedo os Estudantes na Finlândia aprendem a tomar responsabilidade do seu aprendizado por sua motivação interna, não por seus pais ou para passar nas provas (motivação externa). Com isso inclusive as taxas de "cola" na sala de aula são baixas, comparando com o Brasil por exemplo.



9- Aprendizagem Ativa como base do processo educacional
Na Finlândia se fala muito de Aprender Brincando. Existem diversos objetivos pedagógicos que podem ser alcançados com a utilização de jogos nas escolas. Na aprendizagem ativa os resultados são melhores do que na utilização da memorização, e o prazer gerado ao aprender ajuda a desenvolver a motivação interna do Estudante. O educador se transforma em um mentor/motivador, e o Estudante deixa de receber informações passivamente e passa a buscar por informações de forma colaborativa, independente e ativa.


10- Buddy System onde um Estudante mais velho acompanha um recém-chegado
Com isso a Finlândia combate o bullying nas escolas e ajuda na integração dos recém-chegados. O Buddy é responsável por apresentar a escola para o colega, ajudar o mesmo a fazer amizades, organizar atividades e jogos para facilitar a integração.



11- Estudantes podem ajustar seus currículos usando uma mescla de disciplinas compulsórias e eletivas
À partir do Ensino Fundamental o Estudante pode escolher por exemplo entre estudar mais uma língua estrangeira ou ter aulas de Habilidades Domésticas, Esportes, Multimídia, etc. No Ensino Médio o Estudante pode se matricular em disciplinas eletivas como Redação Criativa, Sociologia, Negócios, Economia, Legislação, Arte, entre outras.


12- Política Estudantil e Associações Estudantis influentes auxiliando na formação política dos jovens
E para fechar a lista, uma pitadinha de política. Os Estudantes finlandeses são introduzidos à conceitos da política desde cedo. Além das associações estudantis, muitas cidades tem um Parlamento formado por Estudantes. O Parlamento auxilia na tomada de decisão em assuntos relacionados com Educação, Cultura, Lazer, e muito mais. Além de ajudar na formação política dos futuros políticos do país, também ajuda a formar cidadãos mais conscientes e politizados. 

Então é isso, espero que você tenha gostado! Eu tentei resumir ao máximo, mas o post acabou ficando maior do que eu esperava. Não se esqueça de deixar o seu comentário, pergunta ou sugestões de tópicos para os próximos posts. Muito obrigado por seguir o nosso blog e fique ligado, vem aí mais um post que vai te interessar.