Blog
Aprendizagem Ativa para um futuro melhor

Ricardo Turpin

Olá amantes da educação! Hoje estou de volta com mais um post interessante para vocês que buscam se destacar na área da educação. A Aprendizagem Ativa já é muito utilizada na Finlândia, e agora também é popular no Brasil. Você não precisa de investimento, basta utilizar a criatividade e os resultados serão visíveis.

Aprendizagem Passiva x Aprendizagem Ativa
Atualmente ainda estamos acostumados com um modelo de Educação onde se utiliza um método de Aprendizagem Passivo. Ou seja, neste modelo o professor ainda é o protagonista, com as nossas aulas expositivas, provas e trabalhos.. 

O Objetivo da Aprendizagem Ativa é colocar o estudante como personagem principal, sendo ele o mais importante Stakeholder no seu próprio processo de aprendizagem. Dando aos estudantes as ferramentas e o suporte necessário para que eles assimilem conteúdo de maneira independente e participativa.

Professor passivo, Aprendizagem Ativa?
Definitivamente não. O papel do professor é de ser um facilitador. Ativo em incentivar a leitura prévia do conteúdo por parte dos estudantes, levantar debates para que os estudantes compartilhem os diferentes pontos de vista e os discutam enriquecendo a sessão. E trazer os pontos chave para serem discutidos além de tirar dúvidas, sempre que necessário.  

Além disso, é importante monitorar os resultados e criar ações para desenvolver as competências dos estudantes. A Aprendizagem Ativa funciona muito bem para avaliação. Através dela é possível mapear as necessidades e dificuldades dos estudantes, permitindo abordagens personalizadas.
 

Vantagens da Aprendizagem Ativa
Segundo a teoria do psiquiatra americano William Glasser, que explica como as pessoas geralmente aprendem e qual a eficiência dos métodos nesse processo, nós aprendemos aproximadamente:

Fica claro que os três últimos métodos geram melhor resultado, e os mesmos estão alinhados com a Aprendizagem Ativa.

Aprender ativamente proporciona ao estudante pensar, entender e formar sua própria opinião. A prática leva à perfeição, não é? Com isso o estudante desenvolve o pensamento crítico, retém melhor o conhecimento e segue mais motivado.

As aulas tradicionais não precisam desaparecer, basta mesclar as mesmas com trabalhos práticos, que incentivem a criatividade e auxiliem no entendimento das teorias.

Como levar a aprendizagem ativa para a sua sala de aula
Existem diversas formas de utilizar a Aprendizagem Ativa em suas aulas. Alguns exemplos são a criação de grupos de discussões, estudo em grupo, jogos, ferramentas online e colocar a mão na massa, para aprender na prática.

Um exemplo que eu vivenciei na faculdade que estudo na Finlândia ilustra bem como é simples de implementar. O professor e uma sala de Vendas Internacionais divide a sala em grupos de 3 ou 4 estudantes e cada grupo recebe um tema. Este tema deve ser estudado e discutido pelos membros (20 min aproximadamente), então se cria uma apresentação no formato escolhido pelo grupo (teatro, narração, vídeo, slides, etc) e cada grupo tem 5 minutos para apesentar ao restante da turma, seguido por 5 minutos de perguntas e respostas.

O professor acompanha as discussões nos grupos e também a fase de perguntas e respostas, garantindo que todos os pontos chave sejam abordados. E para os estudantes o processo se torna mais leve e divertido, garantido motivação e uma melhor aprendizagem.

Lembre-se que nem todos os métodos poderão ser utilizados com os seus estudantes, você tem que analisar quais seriam os mais indicados para atender às suas necessidades específicas.

Não esquece de deixar o seu comentário, sugestão e pedido para próximos tópicos. Muito obrigado por acompanhar os nossos posts e fique ligado pois vem muitas novidades por aí. Até o próximo post

Ricardo Turpin

Estudante, professor, analista de marketing e pai da Livia. Eu acredito que a Educação é o caminho para um futuro melhor. Como tudo se renova, chegou a hora de renovar o sistema de ensino. Olhar para os diferentes métodos disponíveis para tornar a sala de aula mais divertida e rica em conhecimento, colaboratividade e outras habilidades necessárias para o século 21.

All posts →