Produtividade de funcionários: como a gamificação pode virar este jogo?

Pasi Loman
Pasi Loman
Commercial Director - Seppo Brazil
31.10.2019

Saiba como um jogo no universo empresarial, pode ir muito além que uma simples diversão. Também é possível usar a gamificação como uma ferramenta para melhorar a produtividades dos funcionários.


Gamificação é um conceito que consiste em utilizar técnicas de jogos para aprimorar a eficiência, o conhecimento e a memorização dos envolvidos, a fim de atingir determinada meta, podendo ser aplicado em ambientes corporativos ou pedagógicos. Empresas de diversos segmentos têm usado a estratégia para treinamentos visando aprimorar o engajamento de seus colaboradores. De acordo com uma estimativa da consultoria Gartner Research, a gamificação será usada por 40% das instituições nos próximos anos e, até 2050, mais de 80% das atividades do dia a dia envolverão dinâmicas de jogos, segundo o Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE).

Parece curioso aplicar uma ação – aparentemente – tão despretensiosa quanto um jogo no universo empresarial, mas a estratégia da gamificação vai muito além de diversão e contribui para diversos fatores, como motivação, trabalho em equipe, engajamento, desenvolvimento da criatividade e competitividade saudável. Além disso, as ferramentas de gamificação oferecem mensuração de resultados para mapear habilidades e pontos de atenção, possibilitando, inclusive, a premiação dos melhores desempenhos por meio de um esquema de recompensas.

Como aplicar a gamificação no dia a dia da estrutura organizacional?

O primeiro passo é identificar o objetivo desejado e as possíveis vulnerabilidades da empresa em relação ao seu público interno, como desmotivação ou diminuição da produtividade dos funcionários. A seguir, já é o momento de planejar uma estratégia de gamificação, elaborar a personalização da plataforma e realizar os primeiros testes. É importante envolver os colaboradores no processo, pois são eles o verdadeiro público-alvo e podem contribuir com o desenvolvimento e a otimização da ferramenta de gamificação.

Confira abaixo mais dicas para implantar a metodologia de gamificação em ambientes corporativos.

  • Mapeamento do público interno – como descrito anteriormente, a identificação dos pontos a melhorar da empresa é essencial para traçar um objetivo macro e o escopo dos jogos.
  • Experiência do usuário – ou user experience são as características visuais e funcionais da plataforma. Essa etapa pode definir fatores que vão desde o design e a aplicabilidade, como integração com outros sistemas internos, até o alinhamento com o propósito da instituição.

  • Diversão – embora os jogos não sejam exatamente para entretenimento, é importante que sejam divertidos e despertem motivação de forma natural e intuitiva. 

  • Resultados e feedbacks – a plataforma de gamificação oferece informações valiosas sobre os resultados obtidos pelos jogadores. Desse modo, é mais fácil oferecer feedbacks detalhados aos colaboradores e gratificações por performance.

A gamificação desenvolve características como raciocínio lógico, criatividade, rapidez e tomada de decisão – fatores essenciais para qualquer profissional. Uma estratégia de jogos bem elaborada pode trazer mais produtividade e engajamento para a equipe, o que com certeza se refletirá na experiência do cliente.

Quer saber como usar a gamificação para promover a produtividade da sua equipe? Teste a Plataforma Seppo gratuitamente por 30 dias clicando aqui e descubra os benefícios da gamificação!